All Academic, Inc. Research Logo

Info/CitationFAQResearchAll Academic Inc.
Document

Comentários sobre a influência da CPLP na política externa brasileira para os PALOP no pós-Guerra Fria (1989-2006)
Unformatted Document Text:  Comentários sobre a influência da CPLP na política externa brasileira para os PALOP no pós-Guerra Fria (1989-2006) Kamilla Raquel Rizzi  Resumo: A pesquisa, em fase inicial de execução, propõe a análise da política externa brasileira para os Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (PALOP), no período compreendido entre 1996 e 2006. Este recorte temporal foi adotado em função da criação da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), compreendendo Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, São Tomé e Príncipe (além do Timor Leste, que não faz parte da presente pesquisa). O pressuposto central vislumbra que essas relações sofreram considerável aumento de intensidade e diversidade, depois da criação da CPLP, principalmente nas questões de cooperação intra-sociedade civil. Essas questões relacionadas à sociedade civil serão analisadas de forma intermediária com os demais objetivos da Comunidade: concertação político-diplomática entre os seus membros em matéria de relações internacionais, a cooperação (particularmente nos domínios econômico, social, cultural, jurídico e técnico-científico) e a materialização de projetos de promoção e difusão da língua portuguesa. Logo, se buscará mostrar – através da análise de documentos oficiais do Ministério das Relações Exteriores e da Comunidade (Tratados, discursos, atos bilaterais e estatísticas de comércio exterior), bem como com análise bibliográfica –, como o estabelecimento da Comunidade reativou gradualmente os contatos entre o Brasil e os PALOP. Palavras-chave: Política externa brasileira; relações Brasil-África; Comunidade dos Países de Língua Portuguesa. Introdução O relacionamento entre Brasil e a maioria dos Países Africanos de Língua Portuguesa (PALOP) 1 remonta ao século XVI, quando ambos integravam o império português, com funções diferenciadas nos processos de exploração e de colonização. Com a fundação de Luanda (Angola), em 1575, os portugueses passaram a intensificar o aprisionamento e o tráfico de escravos em todo o território africano. A atuação da Coroa portuguesa pautava-se em assegurar, ao Brasil, a mão-de-obra necessária  Doutoranda em Ciência Política no Instituto de Filosofia e Ciências Humanas da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e Mestre em Relações Internacionais/UFRGS. Pesquisadora Associada do NERINT/UFRGS. E-mail:

Authors: Rizzi, Kamilla.
first   previous   Page 1 of 24   next   last



background image
Comentários sobre a influência da CPLP  na política externa brasileira para os PALOP 
no pós-Guerra Fria (1989-2006) 
Kamilla Raquel Rizzi
Resumo: A pesquisa, em fase inicial de execução, propõe a análise da política externa brasileira para os 
Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (PALOP), no período compreendido entre 1996 e 2006. 
Este   recorte   temporal   foi   adotado   em   função   da   criação   da   Comunidade   dos   Países   de   Língua 
Portuguesa (CPLP), compreendendo Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, São Tomé e 
Príncipe (além do Timor Leste, que não faz parte da presente pesquisa). 
O pressuposto central vislumbra que essas relações sofreram considerável aumento de intensidade e 
diversidade, depois da criação da CPLP, principalmente nas questões de cooperação intra-sociedade 
civil. Essas questões relacionadas à sociedade civil serão analisadas de forma intermediária com os 
demais objetivos da Comunidade: concertação político-diplomática entre os seus membros em matéria 
de  relações  internacionais,  a cooperação  (particularmente  nos  domínios  econômico,  social,  cultural, 
jurídico e técnico-científico) e a materialização de projetos de promoção e difusão da língua portuguesa.
Logo,   se   buscará   mostrar   –   através   da   análise   de   documentos   oficiais   do   Ministério   das   Relações 
Exteriores e da Comunidade (Tratados, discursos, atos bilaterais e estatísticas de comércio exterior), 
bem como com análise bibliográfica –, como o estabelecimento da Comunidade reativou gradualmente 
os contatos entre o Brasil e os PALOP.
Palavras-chave: Política externa brasileira; relações Brasil-África; Comunidade dos Países de Língua 
Portuguesa.
Introdução
O relacionamento entre Brasil e a maioria dos Países Africanos de Língua Portuguesa (PALOP)
1 
remonta ao século XVI, quando ambos integravam o império português, com funções diferenciadas nos 
processos   de   exploração   e   de   colonização.   Com   a   fundação   de   Luanda   (Angola),   em   1575,   os 
portugueses   passaram   a   intensificar   o   aprisionamento   e   o   tráfico   de   escravos   em   todo   o   território 
africano. A atuação da Coroa portuguesa pautava-se em assegurar, ao Brasil, a mão-de-obra necessária 
 Doutoranda em Ciência Política no Instituto de Filosofia e Ciências Humanas da Universidade Federal do Rio Grande do Sul 
(UFRGS)   e   Mestre   em   Relações   Internacionais/UFRGS.   Pesquisadora   Associada   do   NERINT/UFRGS.   E-mail: 
1
 PALOP é o acrônimo de Países Africanos de Língua Portuguesa, que são: Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique 
e São Tomé e Príncipe. Em 13 de setembro de 2007, a Guiné Equatorial adotou a língua portuguesa como terceiro idioma 
oficial (os outros dois idiomas são espanhol e francês). Logo, esse país não é alvo da presente pesquisa. 
1


Convention
Need a solution for abstract management? All Academic can help! Contact us today to find out how our system can help your annual meeting.
Submission - Custom fields, multiple submission types, tracks, audio visual, multiple upload formats, automatic conversion to pdf.
Review - Peer Review, Bulk reviewer assignment, bulk emails, ranking, z-score statistics, and multiple worksheets!
Reports - Many standard and custom reports generated while you wait. Print programs with participant indexes, event grids, and more!
Scheduling - Flexible and convenient grid scheduling within rooms and buildings. Conflict checking and advanced filtering.
Communication - Bulk email tools to help your administrators send reminders and responses. Use form letters, a message center, and much more!
Management - Search tools, duplicate people management, editing tools, submission transfers, many tools to manage a variety of conference management headaches!
Click here for more information.

first   previous   Page 1 of 24   next   last

©2012 All Academic, Inc.