Guest  

 
Search: 
Search By: SubjectAbstractAuthorTitleFull-Text

 

Showing 1 through 5 of 47 records.
Pages: Previous - 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10  - Next
2012 - Eighth Annual Congress of Qualitative Inquiry Words: 141 words || 
Info
1. Oliveira, Walter., da Silva, Bárbara., Cunha, Luciana., Koerich, Barbara., Feigel, Gabriel. and Barros, Renan. "A Arte como Instrumento de Pesquisa e Intervenção: um Projeto para a Humanização em um hospital Psiquiátrico no Sul do Brasil" Paper presented at the annual meeting of the Eighth Annual Congress of Qualitative Inquiry, University of Illinois at Urbana-Champaign, Urbana, Illinois, May 16, 2012 <Not Available>. 2019-11-11 <http://citation.allacademic.com/meta/p567404_index.html>
Publication Type: Conference Paper/Unpublished Manuscript
Review Method: Peer Reviewed
Abstract: A pesquisa qualitativa tem trazido, para os discentes e docentes do Grupo Humanizarte, uma nova visão de método e de aplicabilidade, além de revelar novas maneiras de lidar com populações oprimidas, como consideram os pacientes de hospitais psiquiátricos. As intervenções do Grupo visam a promoção da humanização através da arte em um hospital psiquiátrico de Santa Catarina, no sul do Brasil. Os moradores do hospital O priocesso de trabalho vem proporcionando reflexões sobre a natureza das relações institucionais e interpessoais, o lugar e a exclusão da loucura na sociedade, as relações de poder, o trabalho e a formação em saúde mental e atenção psicossocial. Além disso, tem despertado para a importância do autoconhecimento. O autor apresenta o trabalho do Grupo visando trazer à luz estas e outras discussões pertinentes ao momento atual do processo de reforma da saúde no Brasil.

2009 - ISA - ABRI JOINT INTERNATIONAL MEETING Pages: 34 pages || Words: 12370 words || 
Info
2. Guimarães, Márcio. "Aspectos teóricos para a análise de um conselho sul-americano de defesa a partir dos objetivos da política externa brasileira de conformação de um processo de integração regional" Paper presented at the annual meeting of the ISA - ABRI JOINT INTERNATIONAL MEETING, Pontifical Catholic University, Rio de Janeiro Campus (PUC-Rio), Rio de Janeiro, Brazil, Jul 22, 2009 Online <PDF>. 2019-11-11 <http://citation.allacademic.com/meta/p380956_index.html>
Publication Type: Conference Paper/Unpublished Manuscript
Review Method: Peer Reviewed
Abstract: RESUMO





O objetivo do trabalho é o estudo dos pressupostos teóricos do realismo neoclássico que possam sustentar a hipótese da criação do Conselho Regional de Defesa Sul-Americano como base de um sistema de segurança regional seus efeitos sobre a integração, a partir dos objetivos da política externa brasileira. Nesse sentido, procede-se à análise do problema de pesquisa - a criação do sistema regional de segurança - a partir da percepção de ameaças comuns aos atores sul-americanos, o qual se relaciona com as possibilidades de cooperação institucional mediante a coordenação das políticas de defesa dos Estados em um cenário anárquico e restritivo do sistema, o que leva à discussão da possibilidade de diálogo teórico entre o programa de pesquisa realista e o institucionalismo liberal.









Palavras – chave: Conselho de Defesa, Política Externa Brasileira, América do Sul, Realismo Neoclássico, Integração.

2009 - ISA - ABRI JOINT INTERNATIONAL MEETING Words: 326 words || 
Info
3. Correia, Rodrigo. "Democracia e MERCOSUL: Um binômio verdadeiro?" Paper presented at the annual meeting of the ISA - ABRI JOINT INTERNATIONAL MEETING, Pontifical Catholic University, Rio de Janeiro Campus (PUC-Rio), Rio de Janeiro, Brazil, Jul 22, 2009 <Not Available>. 2019-11-11 <http://citation.allacademic.com/meta/p380816_index.html>
Publication Type: Conference Paper/Unpublished Manuscript
Abstract: O MERCOSUL vem se consolidando como um processo de integração regional que prima pela manutenção do intergovernamentalismo como estrutura administrativa, sem concessões de grande monta no que diz respeito à soberania nacional. O Bloco tem sido tratado como prioridade estratégica por parte da diplomacia brasileira, que ao longo do tempo manteve-o na agenda, entretanto, sem lograr imprimir esforços políticos suficientes para garantir que as negociações resultassem num processo de integração consolidado política e estruturalmente. É possível discutir se os motivos para o baixo grau de institucionalização do MERCOSUL derivam das oscilações em torno de uma opção mais universalista ou regionalista para a política externa brasileira, ou se os motivos seriam mais conjunturais. Em ambos os casos, a aparente estagnação do Bloco nos últimos anos pode ser vista tanto como causa como conseqüência da ausência de uma estrutura administrativa consolidada. Tal ausência tem como um dos efeitos colaterais, o fato de inibir uma participação popular mais efetiva no processo de tomada de decisões. Do ponto de vista da análise empírica, pode-se notar que o Fórum consultivo econômico e social (FCES), e o Parlamento do MERCOSUL (PM), em tese os portadores efetivos da voz do cidadão, são na verdade elementos de importância extremamente marginal dentro da estrutura burocrática. Supomos que existe um descolamento entre exercício democrático e o processo decisório no MERCOSUL, que merece ser mais detidamente explorado, se tomarmos como referência uma visão de política como um processo de construção de consensos pelo diálogo. Se há um lag de participação popular, não há amadurecimento do processo decisório no âmbito da criação de um espaço público. Assim, a comunicação limitada - aqui entendida como baixa representação popular -, leva a resultados limitados no aprofundamento da democracia na região, tanto na própria estrutura decisória do bloco, quanto no que diz respeito à criação de uma sociedade “regional” mais avançada em seus valores de respeito à liberdade e dignidade humana, tanto por parte dos cidadãos quanto por parte dos Estados.

2009 - ISA - ABRI JOINT INTERNATIONAL MEETING Words: 210 words || 
Info
4. Cezário, Gustavo., Matsumoto, Carlos Eduardo. and Mauad, Ana Carolina. "Internacionalização a Partir do Local - um enfoque sobre os governos municipais brasileiros" Paper presented at the annual meeting of the ISA - ABRI JOINT INTERNATIONAL MEETING, Pontifical Catholic University, Rio de Janeiro Campus (PUC-Rio), Rio de Janeiro, Brazil, Jul 22, 2009 <Not Available>. 2019-11-11 <http://citation.allacademic.com/meta/p381272_index.html>
Publication Type: Conference Paper/Unpublished Manuscript
Review Method: Peer Reviewed
Abstract: A atuação internacional dos municípios brasileiros é o tema central deste artigo elaborado para a Conferência da Associação Brasileira de Relações Internacionais. A primeira parte desse estudo apresentará uma breve revisão sobre as transformações mundiais no pós-guerra fria, no qual demonstra a inadequação ao contexto brasileiro do termo comumente utilizado para descrever essa atuação: a paradiplomacia. A segunda parte propõe, assim, um novo modelo de análise capaz de conceber conceitos apropriados para a atuação internacional dos municípios brasileiros. Tal modelo servirá para introduzir o estudo elaborado pela Confederação Nacional de Municípios em que se buscou identificar o grau de institucionalização encontrado nos governos locais brasileiros. Tal estudo será aprofundado na terceira parte quando se apresenta a relação dessa institucionalização com variáveis econômicas, políticas e sociais. As três partes estão sendo ainda desenvolvidas por estudantes do programa de pós-graduação da Universidade de Brasília. Tendo isso em conta, não há a intenção, nessas poucas páginas, de exaurir todas as condicionantes do tema. O que se pode esperar deste artigo, portanto, é uma idéia do que tem sido os pontos de reflexões dentro deste núcleo em Brasília, bem como as relações com as ações desenvolvidas na Confederação Nacional de Municípios, apontando como questões práticas reivindicam a necessidade de desenvolver novos conceitos e teorias.
Supporting Publications:
Supporting Document

2009 - ISA - ABRI JOINT INTERNATIONAL MEETING Pages: 25 pages || Words: 8397 words || 
Info
5. Siqueira, Cynthia., Henrique, Renata. and Perpétuo, Rodrigo. "Cooperação e Desenvolvimento: novas cidades para um velho mundo" Paper presented at the annual meeting of the ISA - ABRI JOINT INTERNATIONAL MEETING, Pontifical Catholic University, Rio de Janeiro Campus (PUC-Rio), Rio de Janeiro, Brazil, Jul 22, 2009 Online <APPLICATION/PDF>. 2019-11-11 <http://citation.allacademic.com/meta/p381504_index.html>
Publication Type: Conference Paper/Unpublished Manuscript
Review Method: Peer Reviewed
Abstract: As dinâmicas de interação internacionais atuais se tornam cada vez mais complexas e interligadas. Laços cooperativos se estreitam nas mais diversas áreas, envolvendo múltiplos atores na esfera internacional, que passam a ser considerados relevantes para o entendimento da interação entre as dimensões doméstica e internacional. Apesar da preponderância dos Estados Nacionais nas dinâmicas cooperativas do cenário internacional, observa-se que a crescente demanda de cooperação econômica, política, ambiental e tecnológica, por exemplo, abrem espaço para que atores sub-nacionais estabeleçam acordos cooperativos entre si, sem necessariamente depender do envolvimento direto do executivo nacional.

No caso brasileiro, a constituição de 1988, a chamada constituição cidadã, é tida como um marco na transformação dos governos locais como atores passivos do desenvolvimento do seu território, para protagonistas centrais deste processo. A constituição de 1988 delegou à prefeituras e governos estaduais novas atribuições e responsabilidades, o que impôs uma necessidade rápida de aprendizagem no que diz respeito à uma nova perspectiva de administração e gestão pública.

Diante deste cenário recente, de novas responsabilidades para o enfrentamento dos desafios urbanos e dos problemas locais, e da mudança de status em relação ao próprio processo de desenvolvimento, passando de ator passivo à protagonista central, os governos locais, especialmente as cidades, fortalecem processos de cooperação descentralizada frente à globalização. Na busca de buscar soluções locais para problemas globais, a cooperação descentralizada permite o fomento a governança, ao estabelecer conexões com o que há de mais moderno em termos de soluções a desafios urbanos, ou seja, questões relacionadas à mobilidade urbana, meio ambiente, habitação, coesão social e infra-estrutura, e que são desafios comuns às cidades de todo o mundo, considerando-se as especificidades de cada país. É também uma resposta ao crescente processo de industrialização observados nos últimos cinquenta anos. Entretanto, faz-se necessário observar os diversos conceitos de globalização e buscar identificar como a ideia de globalização aparece na ação dos governos locais na esfera internacional e na reação dos unidades estatais diante desse fluxo cooperativo.

Este artigo se propõe a compreender o crescente papel dos governos locais no cenário internacional a partir do discurso da globalização, buscando identificar o impacto sobre a ordem internacional centrada nos Estados. Para tanto, pretende-se utilizar o exemplo da da cidade de Belo Horizonte, a partir do projeto "Promovendo Políticas de Construção Sustentável na América do Sul" para ilustrar as possibilidades existentes para esta prática atualmente.

Pages: Previous - 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10  - Next

©2019 All Academic, Inc.   |   All Academic Privacy Policy